O absurdo de ser: árvore

 

ipê rosa em Brasília (DF)

Hoje é o Dia da Árvore.

Para um mundo paranóico com velocidade, deslocamentos, direito de ir e vir, as árvores são um absurdo completo em sua imobilidade.
Ao ver uma árvore em toda sua plenitude, me pergunto: viver é se deslocar?

A tecnologia forjou máquinas que, enfim, conseguiram separar como entidades distintas o caminho a ser percorrido, a força de propulsão e o viajante. Neste sentido, sim, perdeu-se a noção do humano. Com um motor, qualquer distância é possível. Destrói-se o tempo. A velocidade é um desenraizamento da realidade. Tal como uma droga, a velocidade vicia e cria uma sensação de supra-realidade, de descasamento. É disto que se fala a propaganda de carros ao vender liberdade, porque não há limites para o motor. Libertar-se do mundo e da condição humana de ser limitado. A pé eu ando a 6km/h, de bicicleta vou a 15 ou 25 km/h. Mas com motor, posso ir a 20km/h ou a 140km/h e isto faz toda a diferença.

Pois acredita-se que cada nova tecnologia virá para superar as limitações do Ser Humano. A hipermodernidade forja espaços de transiência, de passagem apenas, que não criam significados suficientes para serem entendidos como lugares. Marc Augé criou o termo “non-lieux” para designar estes não-lugares. São locais de passagem, de velocidade. Supermercados, fast-foods e ruas.

Porém, as árvores são elas seu próprio lugar no mundo. Uma árvore é um lugar. Ela cria signos e referenciais. Tudo por ali passa e se identifica.

ipê rosa
ipê-bola rosa

ipê rosa - detalhe

flores-bola do ipê-bola
flores-bola do ipê-bola

[.]

3 comentários sobre “O absurdo de ser: árvore

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s