O rosto do gueto

O Centro de Documentação sobre o Nazismo, em Colônia, Alemanha, mostra até 4 de setembro uma exposição com fotografias de Lodz, o segundo maior gueto judeu da Polônia ocupada pelos nazistas. Os fotógrafos eram prisioneiros no local (leia mais na Deutsche Welle).

As fotografias mostram cenas comuns do cotidiano, e foram tiradas com intenção de valorizar a vida no gueto, ameaçado pelos nazistas.
O cartaz da exposição foi feito a partir de uma destas fotos:

A coleção, em sua maioria, mostra ambientes de residência ou de trabalho e pessoas trabalhando. Algumas fotos podem ser vistas aqui e aqui. Mas esta foto é diferente. Mostra 3 moças num puro momento de alegria. É provável que elas tivessem deliberadamente posado para a foto, o que foge um pouco daquele motivo de capturar cotidianos.

O que mais chama a atenção é o fato de terem usado a roda da bicicleta como anteparo. É quase como se estivessem atrás de uma vidraça.  A roda, ao mesmo tempo em que revela as faces, de longe, impõe uma barreira física, que impede o contato corporal, por proximidade.

Aro e pneu também formam uma moldura em torno dos rostos. Um retrato dentro de outro retrato.

É simbólico e remete à condição feminina naqueles tempos – e ainda hoje. Quando surgiu, no fim do século XIX, a bicicleta foi uma das alavancas que permitiu a emancipação feminina na Europa. Permitiu que a mulher fosse às ruas, despisse faces e peças de roupas, mas preservando seus limites.

A bicicleta serviu – e serve – a elas como espelho e escudo de batalha. Redondos, como esta roda na foto.

[.]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s