Minha bicicleta não é uma cruz

Bicicletas na penumbra da noite.
Num ritual cristão de apropriação da morte, de instrumentalização da morte.

– sem saber do que se trata, um passeio noturno?,  depois da contenção carros aceleram
à toda –
Patético.

Se eu morrer por minha bicicleta, ninguém sairá às ruas com apitos e faixas.
Meu nome será escrito num papel de seda em chamas,
para acender incensos que fumegarão essências até o amanhecer.

[.]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s