Um ciclista contra as drogas

Outubro é o mês da criança.
Se falamos de imaginário infantil brasileiro, temos que lembrar Monteiro Lobato e Maurício de Sousa – que mostram ao longo dos anos serem verdadeiramente ótimos, pois permanecem apesar de toda pressão disneylândia.

Difícil, impossível dizer qual a melhor história da Turma da Mônica. Quero lembrar aqui um projeto especial, que Maurício de Sousa fez em parceria com o Conselho Nacional Antidrogas e a Secretaria Nacional Antidrogas.

[além da genialidade artística, aprecio também o fato do Estúdio Mauríco de Sousa colocar a Turma da Mônica a serviço de boas ideias e iniciativas de cunho social!]

A aventura “Uma história que precisa ter fim” está disponível online na página da Turma da Mônica.

Chama a atenção a forma direta e sem rodeios com que o problema das drogas é tratado. Longe de posturas moralistas, coloca bem os papéis da família, da escola, construindo uma trama didática como deve ser.

Na primeira vez que li, fui passando os quadrinhos, envolvido no enredo, o drama do menino viciado, a turminha se envolvendo, o susto dos pais, o coelhinho da Mônica em ação, até que, no último quadrinho, vejo isto:

Clique na imagem para ver a página do gibi inteira

O Zé Luis, que surgiu como herói para salvar a turminha, sai pedalando de bicicleta! Um ciclista contra as drogas!

Há muitas aventuras do Maurício de Sousa com biciclistas. Eles brincam, passeiam, caem. Bicicletas já foram destaque em capas de edições das revistinhas. É algo que está ali, que faz parte daquele maravilhoso universo infantil. Mas esta história de combate às drogas ficou particularmente marcada para mim como uma metáfora. Até como um oráculo.

Ciclista contra as drogas. Contra ciclovias ruins, mal projetadas, mal feitas, desnecessárias. Contra a overdose de automóveis. Contra políticos e politiquices, que estão usando a bicicleta para construir demagogia urbana. Contra altas taxas de estresse e mal humor (e  colesterol e glicose).

Um bicicletista que mostra às crianças o melhor caminho, as melhores escolhas.

O Zé Luis é o personagem mais velho da turminha e, além de bicicletas, adora livros:

Quero ser igual a ele quando crescer!

[.]

Um comentário sobre “Um ciclista contra as drogas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s