A Alemanha está lá (e eu, aqui…)

Com a chegada da primavera na Europa, as bicicletas começam a voltar para as ruas com mais intensidade.
Nesta semana, a DeutscheWelle mostrou em sua página principal uma galeria de fotos sobre “Os alemães e suas bicicletas”, destacando pessoas, bicicletas e acessórios curiosos.
dw4

dw2

dw6

Ao todo são 14 fotos, disponíveis na mediateca. Para vê-las,  clique aqui.

O texto das legendas, de Silke Wünsch , ainda destaca:

Quase todos os alemães têm uma bicicleta. No total são quase 70 milhões de bicicletas em todo o país. Sem contar as velhas esquecidas em quintais e porões. Os modelos são os mais diversos possíveis: as holandesas clássicas, as urbanas modernas ou mountain bikes de alta tecnologia. Agora que a primavera europeia chegou, todo mundo quer sair em duas rodas.

A e-bike é uma bicicleta que funciona com a ajuda de um motor. O sistema Pedelec (pedal de ciclo elétrico, em tradução livre) usa um motor que aumenta a força colocada no sistema de pedais. Essas bicicletas estão se tornando cada vez mais populares na Alemanha. No entanto, elas são bem caras. Uma Pedelec nova pode sair pelo preço de um carro usado.

Geralmente taxas extras são cobradas para transportar bicicletas [em ônibus ou trem], mas não para as bicicletas dobráveis, que fechadas ficam tão pequenas como uma mala.

Um passeio intenso de bicicleta pode ser uma experiência extraordinária. Você pode sentir a natureza, o vento e todo o seu corpo. Nas férias, muitos alemães gostam de fazer passeios de bicicletas que duram diversos dias, de preferência com mountain bikes. Com pneus mais largos e cardados, quadros pequenos e resistentes e pelo menos 21 marchas são alguns dos diferenciais do modelo.

dw12

A galeria termina com esta foto:

dw13

Capacete obrigatório? Falta de segurança? Mais ciclovias? Por alguns momentos, pensei estar lendo reportagem do Brasil. (hum!! sobre a face do planeta, somos todos seres humanos e nunca estamos satisfeitos…).

Realmente, o trânsito da Alemanha é muito perigoso para ciclistas – se comparado com Holanda e Dinamarca.  Vai comparar com o Brasil, vai…
E mais: somente numa única cidade, Munique, são 1.200 km de rede cicloviária, mais de que todo o Brasil junto!!
Na Alemanha inteira são mais de 70.000 kms de rotas para bicicletas.
E os modelos de bicicleta à venda?? Aqui não acho um único modelo para uso urbano adequado para minha altura.
E ainda,  em Berlim, a maior loja de bicicleta do mundo.

Ah, como eu queria morar na Alemanha!!

😦

Um comentário sobre “A Alemanha está lá (e eu, aqui…)

  1. Olá, Denir!
    Só deixo minha bicicleta encostada quando começa o inverno. Pedalar no gelo e na neve não é pra mim. Então fico muito feliz quando começa a primavera e dá para andar de bicicleta de novo🙂
    Infelizmente o número de acidentes envolvendo ciclistas tem aumentado nos últimos anos (pelo menos em Berlin) e por isso o número de pessoas usando capacete cresceu. Mesmo assim, é ainda bem seguro se comparado ao Brasil.
    Um abraço,
    Lu

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s